Carregando...

Misto Quente de Forno da Akemi


O dia que vi esse misto quente na  querida e talentosa Akemi do Pecado da Gula, disse para o meu pessoal aqui de casa: - Faz tempo que não faço um lanche assim não é? Quem estava na sala correu para o meu computador para ver que lanche que eu estava me referindo. Não teve dúvidas, todos disseram: - Você poderia fazer para o lanche de domingo né? Dito e feito. Domingo preparei esse lanche e adoramos, a massa é bem macia, e deliciosa, e em se tratando das delicias da Akemi, eu não duvidei disso nem por um minuto. Fiz a receita com uma pequena alteração, ao invés de usar presunto picado como pede a receita, usei o peito de peru que é o que eles preferem.  A receita a risca está AQUI

Obrigada Akemi, todos em casa aprovaram e pediram bis


* xícara medida 240ml

Ingredientes massa

1 xícara de leite morno
1 colher (sopa) de fermento seco para pão ou 30g de fermento fresco para pão
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
2 ovos grandes
½ xícara de óleo de canola ou milho
cerca de 500g de farinha de trigo (3½ xícaras)


Recheio

250g de peito de peru picado ( na receita é presunto)
250g de muçarela picada ou ralada
3 tomates grandes sem sementes e picados em cubinhos
1 cebola pequena picada em cubinhos
sal e pimenta do reino a gosto
orégano a gosto

gema para pincelar

gergelim ou queijo parmesão ralado para polvilhar


Modo de preparo

Numa vasilha grande, coloque o leite morno, fermento, açúcar, ovos e bata bem com fouet. Junte 1 xícara de farinha de trigo e bata bem até ficar uma massa lisa. Acrescente o sal, óleo e vá adicionando mais farinha até que seja possível sovar.
Sove por 10 minutos até que fique uma massa lisa e elástica. Modele numa bola e coloque numa vasilha levemente untada com óleo. Cubra com filme plástico e deixe crescer por cerca de 50 minutos ou até dobrar de volume.
Enquanto isso, tempere levemente os tomates, a cebola com sal e pimenta do reino e deixe tomando gosto por 30 minutos. Depois deixe escorrendo numa peneira até o momento de usar.
Dê alguns soquinhos na superfície da massa para tirar o gás acumulado. Despeje na mesa e divida em duas partes iguais. Modele em bolas, cubra com filme plástico e deixe descansar por 10 minutos.


Na mesa levemente enfarinhada, abra com rolo uma das massas em formato retangular de uns 25x15cm. Deite numa assadeira untada e enfarinhada de 35x23cm.
Com as mãos vá apertando e esticando a massa até que cubra todo o fundo da assadeira, não é preciso que cubra as laterais. Vá esticando aos poucos. Se a massa se recusar a esticar, vá para os outros cantos e depois retorne. Aos poucos a massa vai cedendo e ficando no lugar.
Espalhe o queijo, os tomates escorridos, orégano e peito de peru.
Abra a outra massa e vá ajeitando com cuidado até que cubra todo o recheio.
Cubra frouxamente com filme plástico e deixe crescer por uns 20 minutos.
Pincele a superfície com gema e polvilhe gergelim ou queijo ralado. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180˚C por cerca de 30 a 35 minutos.



Sirva morninho.

Bom Apetite!!

Gughupf Austríaco ou Gugelhupf


A receita deste bolo é um tipo de pão doce e tem origem no Sul da Alemanha, muito apreciada na região da Alsácia e Lorena (França). No livro que peguei a receita o nome do pão se escreve Gughupf mas pesquisando na Internet, vi que o correto é Gugelhupf
Fiquei curiosa para saber a textura e o sabor desse pão. Ficou bem macio, e com um sabor que lembra um pouco o Natal, já que a receita leva nozes e uvas passas. Por conta própria coloquei também um pouco de laranja cristalizada, como a receita leva raspas de laranja, achei que combinaria bem. 

A região da Alsácia é banhada pelo Rio Reno e é produtora do famoso vinho branco tipo Riesling.  Essa região ficou sob o domínio da Alemanha por muito tempo e por isso aproximadamente metade da população fala a língua alemã.
A culinária Alsaciana é fortemente influenciada pela cozinha alemã.
É tradição degustar este Bolo aos domingos acompanhado de amigos e do vinho Riesling ou chá.

(fonte: Wikipédia)



Ingredientes


15 grs de fermento biológico fresco
1 xícara (chá) de leite morno
1/2 xícara (chá) de açúcar
100 grs de margarina
4 ovos
1 colher (sopa) de raspas de laranja
1 pitada de sal
4 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
1 cálice de vinho branco licoroso
1 xícara (chá) de uva passas pretas s/caroço
1/2 xícara (chá) de nozes grosseiramente picadas
açúcar de confeiteiro e nozes a gosto para decorar


Modo de preparo


Coloque a uva passa de molho no vinho e deixe por 4 horas. Bata os ovos, o açúcar e a margarina na batedeira. Reserve. Dissolva o fermento no leite e deixe até espumar.
Junte com o creme de ovos, as raspas da laranja, o sal, a uva passa embebida no vinho, as nozes e a ferinha de trigo. Misture bem. Cubra e deixe descansar por 30 minutos.



Coloque em uma fôrma redonda funda. Deixe dobrar de volume. Asse em forno preaquecido a 180ºC por 40 minutos aproximadamente.
Retire do forno e deixe amornar. Desenforme e polvilhe com o açúcar de confeiteiro e decore com as nozes.




Bom Apetite!!



Abóbora Paulista Assada/Divulgação do Legume e Fruta BC Comer Bem p/Viver Melhor



Além do meu legume preferido que a maioria de vocês sabem ser a abobrinha italiana, gosto muito dessa também, que é conhecida como Abóbora Seca ou Abóbora Paulista. Ela é um pouco adocicada e no forno com cebolas e temperos fica muito gostosa acompanhada de uma carne, massa, ou arroz.
Há vários tipos de abóbora no mercado e a nossa disposição, mas falarei mais sobre elas na nossa BC Comer bem para Viver Melhor. Para hoje tenho esse receita que embora muito simples, fica deliciosa.
Essa é a minha participação para minha Segunda Sem Carne

Ingredientes

2 abóboras médias Paulista
1 cebola grande
2 dentes de alho
sal e azeite a gosto
mix de temperos a gosto

Modo de preparo

Descasque as abóboras, retire as sementes e corte em fatias grossas. Lave-as e tempere-as com sal e o mix de temperos.
Em uma travessa, coloque as fatias da abóbora, a cebola em pétalas, e os dentes de alho cortado em lâminas finas
Regue azeite a gosto, e leve ao forno por aproximadamente 30 minutos


 Servi com um arroz branco e uma salada de folhas verdes

Bom Apetite!!




Hoje estou trazendo o legume e a fruta da nossa BC Comer Bem Para Viver Melhor em parceria com as lindas meninas:

Margarida, Aninha e Kati

Legume- Abóbora - Do dia 11/11 até 17/11
Fruta - Kiwi - Dia 18/11


Conto com a participação de todos. Vamos comer bem e com saúde?


LIMITES

Somos as primeiras gerações de pais decididos a não repetir com os filhos os erros de nossos progenitores.
E com o esforço de abolir os abusos do passado, somos os pais mais dedicados e compreensivos, mas, por outro lado, os mais bobos e inseguros que já houve na história.
O grave é que estamos lidando com crianças mais "espertas", ousadas, agressivas e poderosas do que nunca.

Parece que, em nossa tentativa de sermos os pais que queríamos ter, passamos de um extremo ao outro.
Assim, somos a última geração de filhos que obedeceram a seus pais e a primeira geração de pais que obedecem a seus filhos.
Os últimos que tiveram medo dos pais e os primeiros que temem os filhos.
Os últimos que cresceram sob o mando dos pais e os primeiros que vivem sob o julgo dos filhos.
E o que é pior, os últimos que respeitaram os pais e os primeiros que aceitam que os filhos lhes faltem com o respeito.

À medida que o permissível substituiu o autoritarismo, os termos das relações familiares mudaram de forma radical, para o bem e para o mal.
Com efeito, antes se consideravam bons pais aqueles cujos filhos se comportavam bem, obedeciam as suas ordens e os tratavam com o devido respeito.
E bons filhos, as crianças que eram formais e veneravam seus pais. Mas, à medida que as fronteiras hierárquicas entre nós e nossos filhos foram-se desvanecendo, hoje, os bons pais são aqueles que conseguem que seus filhos os amem, e, ainda que pouco, os respeitem.

E são os filhos quem, agora, esperam respeito de seus pais, pretendendo de tal maneira que respeitem as suas idéias, seus gostos, suas preferências e sua forma de agir e viver.
E, além disso, os patrocinem no que necessitarem para tal fim.
Quer dizer, os papéis se inverteram, e agora são os pais que têm de agradar a seus filhos para ganhá-los e não o inverso, como no passado.
Isto explica o esforço que fazem hoje tantos pais e mães para serem os melhores amigos e "tudo dar" a seus filhos.

Dizem que os extremos se atraem.
Se o autoritarismo do passado encheu os filhos de medo de seus pais, a debilidade dos presente os preenche de medo e menosprezo ao nos ver tão débeis e perdidos como eles.
Os filhos precisam perceber que, durante a infância, estamos à frente de suas vidas, como líderes capazes de sujeitá-los quando não os podemos conter e de guiá-los enquanto não sabem para onde vão.
Se o autoritarismo suplanta, o permissivismo sufoca.
Apenas uma atitude firme e respeitosa lhes permitirá confiar em nossa idoneidade para governar suas vidas enquanto forem menores, porque vamos à frente liderando-os e não atrás, os carregando e rendidos à sua vontade.

É assim que evitaremos o afogamento das novas gerações no descontrole e tédio no qual está afundando uma sociedade que parece ir à deriva, sem parâmetros nem destino.
Os limites abrigam o indivíduo, com amor ilimitado e profundo respeito.


Autora: Monoca Monastério
Imagens: www.google.com





Flan de Nozes e Coco c/Calda de Laranja


Esse flan é uma sobremesa muito gostosa e fresquinha, a calda de laranja dá um toque delicioso ao flan, você pode substituir as nozes por amêndoas ou castanhas do pará. Já fiz com os três frutos e todos ficam bem saborosos. Sempre faço essa sobremesa aqui em casa e ela sempre arranca elogios. O difícil é comer apenas uma fatia.

Ingredientes

1 lata de leite condensado
1 vidro de leite de coco
1 caixinha de creme de leite
1 sachê de gelatina sem sabor (12grs)
1 xícara (chá) de nozes grosseiramente picadas

Calda


1 xícara (chá) de suco de laranja
1/2 xícara (chá) de açúcar
1 colher (sopa) de amido de milho
nozes a gosto

Modo de preparo


Bata no liquidificador o leite condensado com o leite de coco e o creme de leite. Prepare a gelatina conforme instruções da embalagem e despeje cuidadosamente no flan e bata mais um pouco. Acrescente as nozes sem bater e misture com o auxilio de uma espátula. Despeje o flan em uma forma de pudim, levemente molhada e leve a geladeira por cerca de 2 horas
Enquanto isso faça a calda. Leve ao fogo o suco de laranja, reserve um pouco para dissolver o amido de milho, junte o açúcar, o amido dissolvido e as nozes. Misture bem e mexa em fogo baixo até engrossar. Reserve. Desenforme o flan e decora com a calda e as nozes 


 Sirva geladinho


Bom Apetite!!

Berinjela ao Alho e Azeite da Tania



Quarta feira passada visitando o blog da talentosa e querida Tania do blog Zakuskas, vi essa receita e pensei: Que bom, já vou ter um belo acompanhamento para o churrasquinho que pretendemos fazer no domingo. Dito e feito. Coloquei logo em prática e não me arrependi de fazer tão rapidamente quanto a minha vontade assim que vi essa delicia. Gente, se vocês apreciam berinjela e alho, façam!
Fica muito saboroso,  com um aroma e sabor inebriantes. Acompanha muito bem carnes, torradas,  um pão italiano, saladas e mesmo como a Tania disse, o arroz e feijão. E quanto mais tempo na geladeira, mais saborosa vai ficando. Todos aqui em casa adoraram. A receita à risca está AQUI

Obrigada Tania querida


Ingredientes s/ Medidas

Berinjelas médias ou pequenas
Alho a vontade
Sal, cebolinha ou salsinha a gosto
Azeite Extra virgem

Modo de preparo

Corte as berinjelas em fatias de mais ou menos 1 cm. Deixe-as de molho em água e vinagre por aproximadamente 30 minutos. Escorra as berinjelas, polvilhe sal, azeite e misture bem. Frite as fatias em uma frigideira ou grelha, até que fiquem macias

Em um socador de alho, amasse alho (cru) até formar uma pastinha, e vá acrescentando sal a gosto e bastante azeite extra virgem. A Tania diz que se quiser pode acrescentar vinagre, mas eu também, preferi sem.



Junte a cebolinha, ou salsinha, se preferir os dois e misture muito bem


Em um vidro ou refratário de vidro com tampa, vá colocando camadas de berinjelas, e espalhe colheradas do tempero de alho e azeite.


Feche o vidro e deixe na geladeira até o dia seguinte.

 Bom Apetite!!



Como a Tania sugere, se quiser um sabor de alho menos acentuado, dê uma fritadinha nele no azeite, antes de intercalar com a berinjela.
Dura uns 10 dias ou mais na geladeira ( se conseguir, pois acaba rapidinho)











Bolo de Cenoura


Pessoal, não tem como esquecer o Encontro Gourmet, mesmo por que, será uma recordação para a vida toda, isso não se discute. E ainda sob o efeito delicioso que foram aqueles brindes, entre eles tinha esse bolo de cenoura que fica super macio. Quero deixar claro que isso não é um publieditorial, e de fato sempre gostei dos produtos da Fleischmann.  Recomendo, principalmente para aqueles dias de preguicinha e vontade de comer um bolinho pratico e gostoso.

Ingredientes (conforme embalagem)

1 caixa Mistura para bolo de cenoura Fleischmann (450g)


3 ovos
2/3 xícara (chá) de leite gelado (160ml)
1/3 xícara (chá) de óleo de soja (80ml)


Cobertura

1 pacote de mistura para cobertura (150g)
1/4 xícara (chá) de leite (50ml)
3 colheres (sopa) de margarina (60g)


Modo de preparo

Misture o conteúdo do pacote maior que vem dentro da caixa com todos os ingredientes e bata em velocidade alta por cerca de 5 minutos ou até que a massa fique bem lisa e homogênea.
Passe para uma fôrma retangular de 20 por 30 cm, ou para uma fôrma redonda com cerca de 24 cm de diâmetro.



 Leve ao forno preaquecido a 180ºC, de 30 a 35 minutos. Para verificar se está pronto, espete um palito, que deve sair limpo e seco.

Para a cobertura, leve em uma panela pequena o conteúdo do pacote menor com o leite e a margarina. Misture bem, e leve ao fogo mexendo sempre até levantar fervura, continue mexendo por 3 minutos. Retire do fogo e continue mexendo por aproximadamente 1 minuto.
Espalhe sobre o bolo. Espere secar para cortar o bolo.



Bom Apetite!!




Pão Integral de Iogurte/Selinhos

Semana passada recebi um Email de um (a) leitor (a) que gostaria que eu publicasse uma receita de pão integral de iogurte. E visualizando rapidamente e mentalmente as minhas postagens, percebi que de fato não tinha nenhuma receita de pão integral. Tenho de pão com iogurte, mas não integral. A farinha integral é obtida da moagem dos grãos de trigo, contendo alto teor de fibra, rica em vitaminas e sais minerais que ajudam a promover boa nutrição e agregar benefícios à saúde, melhorando a qualidade de vida. Eis a receita, um pão super fácil, macio e muito gostoso. Espero que gostem!


Ingredientes

2 xícaras (chá) de farinha integral
1 xícara (chá) de farinha de trigo aproximadamente
1 copo de iogurte natural (170grs)
1 pitada de sal
50 ml de água
1 sachê de fermento seco para pão

Modo de preparo

Preaqueça o forno a 180º C. Misture a farinha de trigo e a integral em uma tigela. Junte o fermento e o sal. Acrescente o iogurte e misture delicadamente. Acrescente a água aos poucos e  transfira a massa para uma superfície ligeiramente polvilhada e amasse até obter uma bola de massa. Molde como um rocambole e coloque o pão em uma fôrma de bolo inglês, untada e enfarinhada.


Deixe dobrar de volume. Pincele gema, salpiquei farinha de trigo e Leve ao forno por 30  a 35 minutos. Abaixe o forno para 200°(quente) e asse por mais 10 minutos ou até a parte inferior começar a dourar.



Bom Apetite!!


E essa semana ganhei mais dois selinhos de 2 pessoas muito queridas
o primeiro foi o lindo selinho Prêmio Dardos que carinhosamente recebi do Thiago do blog


 



O outro foi da nossa doce amiga Léia do blog Receitas Culinárias, muito fofo, e delicado
Obrigada amiga adorei



As regras pedem que eu escolha outras pessoas pra entregar os selinhos, mas prefiro que fiquem a vontade e peguem se assim o quiserem.
Thiago e Léia muito obrigada pelo carinho






BOCCATO INAUGURA ‘LIVRARIA MUNDO GOURMET’



Em charmoso endereço gastronômico, loja abrigará livros, gifts, eventos e aulas-show com o selo ‘CookLovers’, além de exposição inédita de livros raros e premiados 

Após dois anos da ‘Livraria Gourmet, seu proprietário, o editor e chef de cozinha experimental André Boccato duplica seu espaço, passando a se chamar ‘Livraria Mundo Gourmet’ - o que reflete ampliação e crescimento dos negócios. A inauguração acontecerá no dia 30 de outubro de 2012, terça-feira, a partir das 19h. 
A nova loja agora abrange além dos livros de gastronomia das conceituadas ‘Editora Boccato’, ‘CookLovers’, ‘Publifolha’, ‘Senac’, ‘Gaia’,  ‘Melhoramentos’, ‘Alaúde’ e ‘Larousse’,  dentre outras, gifts gastronômicos e aulas-show, com a marca CookLovers, exposições e eventos diversos -  sempre com foco no universo da gastronomia.
A nova ‘Livraria Mundo Gourmet’ fica localizada no mesmo endereço de sua antiga versão, na ‘Villa San Pietro’, na rua Augusta, em São Paulo, sob gerência e atendimento personalizado da chef de cozinha Ana Ferraz.
Porém, mudou-se para um espaço maior, distribuído em dois andares, acomodando duas modernas cozinhas gourmets. Segundo Boccato, a ideia do novo modelo é que seu cliente se sinta acolhido e se divirta ao redor do universo da gastronomia. “Nosso público gosta de cozinhar, receber e presentear, e vai desde o iniciante até o gourmand avançado”, resume.
Ainda de acordo com o empresário, o investimento no novo negócio se justifica e mostra a curva ascendente do setor. “Para ter uma ideia, o segmento de livros de gastronomia cresceu de 20 a 120% em relação ao ano passado, variando de editora para editora”, finaliza.
Exposição inédita no Brasil reúne exemplares raros e premiados da gastronomia:
Curador da elogiada arena ‘Cozinhando com Palavras’, da última ‘Bienal Internacional do Livro de São Paulo’, Boccato comemora a inauguração da ‘Livraria Mundo Gourmet’, com a abertura da inédita e gratuita exposição ‘Os Melhores Livros de Gastronomia do Mundo’, que ficará em cartaz até o final do mês, no andar de cima da loja.
Ele destaca que a mostra será pequena, aconchegante, um ‘gabinete de leitura’, como gosta de dizer. Porém, de grande importância por seu ineditismo e raridade das obras, nunca antes reunidas, que serão manuseadas em mesas, com luvas - para não danificar os exemplares.
A exposição trará títulos premiados em várias categorias provenientes da ‘Gourmand World Cookbook Awards’, premiação europeia criada em 1995, que analisa e premia livros de gastronomia de diversos idiomas e da IACP (Associação Internacional dos Profissionais de Culinária), uma das organizações mais respeitadas dos Estados Unidos, que faz trabalho semelhante, porém com títulos gastronômicos do idioma inglês.    
A exposição Os Melhores Livros de Gastronomia do Mundo’ reunirá cerca de 70 livros premiados em 2012, como os importantes ‘Modernist Cuisine’, ‘Cuisine Passion Legère’ e ‘Saveurs du Bresil’. 
Boccato destaca que o público poderá conhecer obras raras, já que alguns livros não têm distribuidores na América Latina. “O público nunca teve a oportunidade de ver tais obras reunidas e, melhor, em seu próprio País”, complementa.

Villa San Pietro: Charmoso endereço de São Paulo, oásis de calmaria, localizado em plena Rua Augusta, tem ares de Europa e agrega outras marcas fortes da gastronomia. São elas: ‘Bistro de Paris’, ‘Wondercake’ e ‘Fashion Chef’, que está se mudando para a ‘Villa’, como é carinhosamente conhecida por seus frequentadores.  

Sobre as marcas ‘Editora Boccato’ e ‘CookLovers’: A ‘Editora Boccato’ – que 
completará 21 anos de atuação - é especializada em livros de gastronomia. Sua
linha editorial é definida por grande esmero gráfico e obras de referência, com
conteúdos relevantes para profissionais da área e gourmands avançados.
 
Tem em seu portifólio mais de 100 títulos, além de distribuir livros de outras
grandes editoras do País. Sob o comando de Boccato está também a ‘CookLovers’, uma
confraria para iniciantes, que querem fazer amigos, presentear e se divertir na
cozinha.
 
Serviço:
Evento: Inauguração da  nova ‘Livraria Mundo Gourmet’, com exposição ‘Os Melhores Livros de Gastronomia do Mundo’
Local: ‘Livraria Mundo Gourmet’
Data: A partir do dia 30.10, terça, às 19h. A exposição funcionará no horário de funcionamento da livraria: de terça à sexta, das 11h às 19h; sáb. e dom., das 12h às 16h; segunda fechada.  Até o final de novembro.
Observação: Exposição Gratuita
Estacionamento conveniado, com primeira hora gratuitaRua Augusta, 2.490. (compras acima de R$ 80,00).

E voce. Não quer conhecer esse novo Mundo da Gastronomia?

Gelatina de Laranja Natural - BC As Cores do Arco Íris


E hoje trago mais uma receita da Blogagem Coletiva As Cores do Arco Íris promovida pela portuguesinha com coração brasileiro (hehe) a Margarida do Tachos Vs Panelas. Se voces ainda não conhecem, venham participar dessa brincadeira colorida e deliciosa. Mais detalhes AQUI
A cor proposta para hoje é o Laranja escolhida pela fofa e querida Sheila do Cozinha de Mulher
E nada mais laranja do que a própria fruta, essa foi minha receita escolhida. Gelatina de Laranja natural, fica bem fresquinha, e muito gostosa. Vamos a ela que é bem rapidinho

Ingredientes

1/2 litro de suco de laranja natural (cerca de 6 laranjas grandes)
açúcar a gosto
1 sache de gelatina sem sabor (12 grs)
1 colher (café) rasa de Cointreau (opcional)

Modo de preparo

Separe 5 colheres (sopa) do suco para diluir a gelatina. O restante leve ao fogo juntamente com o açúcar. Quando levantar fervura, adicione a gelatina preparada conforme instruções da embalagem, substituindo a água pelo suco reservado. Misture bem, desligue o fogo e adicione o cointreau.
Despeje a mistura em uma fôrma préviamente molhada, e leve a geladeira por aproximadamente 2 horas. Sirva geladinha


 Bom Apetite!!

A cor laranja para mim representa energia, alegria, felicidade, atração e criatividade.

 Me lembra, um lindo por do sol, um lindo buque de flores


Essa cor existe em muitos legumes e frutas  e claro: A própria Laranja



Margarida, Sheilinha e amigos, essa foi minha participação para o dia de hoje, espero que gostem da minha sugestão, embora simples, é deliciosa.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Web Analytics